Veja dicas e saiba como escolher o seguro ideal para sua residência


Segundo o diretor técnico da Confiança Seguros, Flávio da Silva Urubatan, o tipo de cobertura do seguro deve se adequar às necessidades da pessoa

Divulgação
Há diferentes tipos de seguro residencial disponíveis no mercado. Destinado a casas e apartamentos, habituais ou de veraneio, o seguro residencial pode incluir o prédio em si e ou os bens encontrados dentro dele. Mas o que é preciso levar em conta na hora de escolher o seguro ideal para sua residência? Para ajudar você, o Pense Imóveis conversou com o diretor técnico da Confiança Seguros, Flávio da Silva Urubatan.
Urubatan explica que o tipo de cobertura do seguro deve se adequar às necessidades da pessoa, sendo possível fazer uma apólice personalizada. “Fale com o corretor sobre as suas expectativas de preço, de acordo com o seu perfil, e sobre o que deseja proteger para montar o seu seguro”, sugere. Confira abaixo as dicas do profissional:

Antes de escolher o seguro:
– verifique as características e cada cobertura, o que é oferecido e quais são seus direitos. Veja também qual a franquia da cobertura. Franquia é a parcela do prejuízo suportada pelo próprio segurado, ou seja, quantia que o segurado terá de pagar, em caso de perda parcial do bem;- pergunte sobre como você deve proceder em caso de sinistro (ocorrência do fato previsto no contrato) e peça detalhes sobre o recebimento da indenização;

– quando fechar o seguro, questione quando sua apólice começa a valer.

Divulgação
Na hora de contratar:– tenha em mente que a inclusão de bens eletrônicos como aparelhos de som, de DVD e computadores na cobertura do seguro torna a apólice mais cara do que se for incluído apenas o mobiliário básico (sofá, fogão, geladeira, etc..). Isso porque, explica Urubatan, bens eletrônicos são mais visados em roubos e têm uma depreciação (perda de valor) mais acelerada;- no caso de seguro de casas: estime a cobertura básica de incêndio com verba suficiente para a reconstrução do imóvel e a reposição de seu conteúdo. Você não precisa considerar o valor total do imóvel, mas o terreno não pega fogo;

– no caso de apartamentos: antes de contratar um seguro para o seu apartamento, verifique as coberturas presentes na apólice do condomínio, para evitar pagar duas vezes a mesma coisa. Flávio da Silva Urubatan explica que é dever do administrador de um condomínio, conforme previsto no Código Civil – Lei nº 10.406 (art. 1.346), a contratação de seguros que cubram danos à estrutura do prédio contra o risco de incêndio ou destruição, total ou parcial;

– se você mora em edifício, saiba que é possível fazer um seguro coletivo para os bens que você possui em seu apartamento. De acordo com Urubatan, neste caso, o preço sai bem mais em conta, mas isso só compensa se seus vizinhos segurarem valores semelhantes aos seus. Atenção: existem casos em que a cobertura de incêndio é oferecida num seguro junto à fatura do condomínio ou na conta de luz. Você pode estar pagando duas vezes por algo que já está previsto na apólice do condomínio.

Terminologias importantes da área:– apólice: documento emitido pela seguradora que contém todas as cláusulas do contrato;
– bônus: desconto incidente sobre o prêmio a ser pago na renovação do seguro;
– cobertura: garantia de proteção contra o risco de determinado evento
– franquia: parcela de prejuízo suportada pelo próprio segurado. O mercado segurador trabalha de regra com quatro tipos de franquia: valor fixo por reclamação; participativa, sob forma de percentual  (em geral, entre 5% e 20% do limite máximo segurado); agregada anual (depois da primeira participação da empresa segurada, não há mais franquias em perdas futuras) e simples (não aplicável quando a perda excede o valor indenizado ou reembolsado);
– indenização: valor pago pela seguradora em caso de ocorrência de sinistro previsto na apólice;
– prêmio: importância que o segurado paga à seguradora para ter direito à indenização em caso de sinistro;
– proposta: formulário que contém os elementos essenciais do seguro e expressa a intenção de contratação pelo segurado;
– sinistro: ocorrência do fato previsto em contrato;
– valor atual do bem: custo de reposição de um determinado bem, pelo valor de um novo no mercado, deduzido a depreciação pelo uso, idade, estado de conservação e depreciação pelo uso;
– valor em risco: valor de todos os bens segurados existentes no endereço designado como local do seguro, imediatamente antes do sinistro, em estado de novo, ou seja, antes de ser deduzida a depreciação pelo uso, idade, estado de conservação e obsolescência.

Fonte: Penseimoveis.com

—————————————————————————————————–

Trabalhando com as melhores construtoras para melhor atendê-los!

MAIS DE 200 OPÇÕES EM IMÓVEIS PARA VOCÊ!
Maiores informações:
MOACYR PIMENTA – C12455
(62)8468-4269 OI
(62)8184-1198 TIM
Nextel: (62) 7814-4621  Rádio: *55*650*5616
Msn: moacyrpimenta@yahoo.com.br
Twitter: @moratiimoveis
Facebook: Morati Imóveis
Skype: moacyrpimenta
MORATI IMÓVEIS – Tel.: (62)3087-4787

Fale com o Corretor:

________________________________________

Mais imóveis em goiânia:

www.ImoveisAltoPadraoEmGoiania.com.br
// // //
———————————————————————————
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s