Queijos e Vinhos no Espaço Gourmet


Talvez para algumas pessoas ir a uma festa de degustação de queijos e vinhos pode ser fora dos seus costumes, mas para os apreciadores dessas iguarias torna-se um evento gastronômico, elegante e social. Aproveite as áreas gourmetsdos empreendimentos Pirâmides para oferecer uma festa sofisticada e muito agradável.

Mas combinar essas duas iguarias pode não ser uma tarefa fácil, a dificuldade na combinação provém das características conflitantes entre os dois alimentos. O queijo tem sabor forte e, em geral, é gorduroso. Além disso, é salgado e pode ser ácido. Já os vinhos podem ficar mais amargos no contato com o sal e têm seu sabor recoberto, se não forem tão ácidos quanto o queijo.
Não se deve servir os queijos em cubinhos. Queijos pequenos, como camembert e brie, são servidos com o corte “insinuado”, isto é, com o primeiro corte feito e a fatia próxima da fôrma. Evite cortar queijos diferentes com a mesma faca. Mozarela, queijo prato e queijo de minas não são elegantes para festas que são de tábuas de queijo e vinhos, queijos fortes como provolone e parmesão inibem o sabor dos vinhos.
Reserve também cestas com pães pequenos e diferentes (tipo italiano, alemão, francês, centeio, com nozes), sempre inteiros, e uma charcuterie com iguarias picantes, como alho, pimenta, cebola e manteigas com ingredientes do tipo anchovas e caviar. Galheteiros com páprica, cominho e pó de alho também são bem-vindos.
Para ser criativo você pode fazer bandeirolas dos países em palitos para identificar os queijos na tábua. Segue os princípios das combinações, que seguem textura e sabor:
Quanto mais duro for o queijo (parmesão, por exemplo), mais tânico pode ser o vinho. As uvas são suficientemente robustas para não perder a estrutura.
Quanto mais cremoso o queijo, mais acidez o vinho deve conter.
Vinhos doces ou generosos (tais como Sauternes, Porto ou Madeira) acompanham bem os queijos azuis, pois equilibram a pungência destes: o Roquefort cai bem com Sauternes, o inglês Stilton faz combinação clássica com o Porto e o gorgonzola combina com tintos potentes.
Queijos frescos e sem casca, como os cremosos, o mascarpone ou a mozarela pedem vinhos brancos leves
Vinhos tintos de classe e mesmo brancos parecem insinuar sua adequação com queijos macios, de casca rica, como Cammembert, Brie e Gouda, desde que não muito curados.
Os queijos mais suaves, do tipo Emmenthal e Gruyère, aceitam vinhos tintos pouco tânicos, suaves.
Vinhos brancos leves e aromáticos combinam com queijos de massa mole, tais como os frescos de cabra e a ricota. Você pode combiná-los com um Chardonnay, por exemplo. (Riesling ou Chardonnay), rosés ou tintos jovens e frescos, como o Beaujolais francês e o italiano Bardolino.
Breve explicação para distinguir os queijos:
  1. Mozzarella de búfala: queijo italiano fresco e levemente adocicado, produzido com leite de búfala. É o toque perfeito para a salada ou pizza.
  2. Brie: produzido na França, possui um sabor suave e intenso. Combina com geleia de frutas vermelhas.
  3. Camembert: de sabor suave e levemente picante, esse queijo pode ser servido com mel e amêndoas.
  4. Provolone: levemente picante, o provolone fica extremamente saboroso quando derretido.
  5. Gorgonzola: com um sabor intenso e picante, é ideal para uma salada com damascos.
  6. Roquefort: encorpado e picante, esse queijo feito com leite de ovelha fica perfeito sobre o medalhão de carne.
  7. Ricota: de sabor supersuave, combina com azeite e raspas de cenoura em um lanche com pão de casca dura.
  8. Parmesão: um pouco picante e com cristais, acompanha massas e é ótimo para gratinar pratos.
  9. Edam: queijo produzido com leite pasteurizado de vaca, pode ser servido em tábuas de queijo e com vinhos.
  10. Emmenthal: tem sabor adocicado e amendoado. Faz um delicioso sanduíche  e pode ser usado no fondue.
  11. Reino: queijo brasileiro de sabor intenso e levemente picante, é ótimo como petisco.
  12. Maasdam: de sabor levemente amendoado, é um queijo obrigatório em uma tábua de queijos.
  13. Gouda: suave, é perfeito para recheio de tortas e aperitivos.
  14. Feta: salgado e feito com leite de ovelha e cabra, fica saboroso na salada.
  15. Cottage: fresco e light, pode ser consumido puro, com pão ou em saladas.
Fonte: Pimaides Blog

—————————————————————————————————–

Trabalhando com as melhores construtoras para melhor atendê-los!

MAIS DE 200 OPÇÕES EM IMÓVEIS PARA VOCÊ!
Maiores informações:
MOACYR PIMENTA – C12455
(62)8468-4269 OI
(62)8184-1198 TIM
Nextel: (62) 7814-4621  Rádio: *55*650*5616
Msn: moacyrpimenta@yahoo.com.br
Twitter: @moratiimoveis
Facebook: Morati Imóveis
Skype: moacyrpimenta
MORATI IMÓVEIS – Tel.: (62)3087-4787

Fale com o Corretor:

________________________________________

Mais imóveis em goiânia:

www.ImoveisAltoPadraoEmGoiania.com.br
// // //
———————————————————————————
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s