Cidades verdes podem reduzir desigualdade social


DEFENSOR DA ECONOMIA VERDE, PAVAN SUKHDEV ACREDITA QUE ELA PODE REDUZIR A DESIGUALDADE SOCIAL E OS RISCOS AMBIENTAIS

Paulistanos no parque do Ibirapuera
Pavan defende que países em desenvolvimento invistam na economia verde e as nações desenvolvidas reduzam a pegada ambiental
São Paulo – O setor da construção civil consome sozinho 12% da água fresca do planeta e produz 40% dos resíduos sólidos. 1/3 da energia global é utilizada por edifícios.
O impacto desses dados é a comprovação de que é preciso mudar da brown economy (economia marrom) para a verde. Essa é a visão de Pavan Sukhdev, chefe da Iniciativa em Economia Verde do Programa das Nações Unidas pelo Meio Ambiente e presidente e fundador do GIST Advisory, consultora especializada em impactos ambientais.
A transformação de alguns setores estratégicos são necessárias para que a economia verde seja viável. São eles: agricultura, água, florestas, pesca, energia, transporte, indústria, lixo, turismo e a construção de cidades. “Precisamos também criar condições para essa nova economia, com legislações, subsídios, taxas e reformas”, afirma Sukhdev.
A criação das novas cidades sustentáveis depende ainda de investimentos público e privado. “A construção de edifícios sustentáveis vai aumentar a oferta de empregos, melhorar a qualidade de vida e produtividade dos trabalhadores e ainda reduzir as emissões de poluentes através do uso eficiente de energia”.
Estima-se que nas próximas décadas 80% da população mundial irá viver em centros urbanos. Para o economista, essa proximidade e densidade populacional dos grandes centros nem sempre é negativa. Ela pode ser a propulsora de inovações. Um dos exemplos citados por Pavan Sukhdev é do plano adotado por Singapura. Nos últimos dez anos, a cidade asiática conseguiu aumentar em 10% a área verde – de 36% em 1986 para 47% em 2007.
Foram criados parques, jardins e espaços para a comunidade. “Esses espaços verdes estimulam o convívio social”, diz. “Crianças que crescem perto de áreas verdes são menos estressadas, ansiosas e apresentam uma menor incidência de transtornos de comportamento e depressão”.
Outro fator que estimula o agrupamento das pessoas é o uso do transporte público. E o mais importante, reduz as desigualdades sociais. “As cidades precisam parar de pensar em mobilidade, mas criar o acesso a ela”, alerta Sukhdev.
Os bons resultados obtidos pela iniciativa do governo de Singapura fizeram com que fosse criado o Indíce Singapura ou o Indíce de Biodiversidade das Cidades. Através de alguns indicadores é possível avaliar quão sustentáveis as cidades são. “A boa notícia é que já temos algumas cidades e países com uma performance excelente, entretanto a má notícia é que nenhum deles conseguiu ainda cumprir todos os objetivos”, revela o economista.
Entre os principais objetivos a serem alcançados pelo desenvolvimento sustentável, Pavan Sukhdev cita a melhoria do bem estar humano, a diminuição da desigualdade social e a redução dos riscos ao meio ambiente.
Para isso, os países em desenvolvimento precisam investir na economia verde e as nações desenvolvidas têm que reduzir a pegada ambiental. “Se não mudarmos a economia agora, não teremos o futuro que queremos, mas o futuro que merecemos”.
Fonte: Suzana Camargo

—————————————————————————————————–

Trabalhando com as melhores construtoras para melhor atendê-los!

MAIS DE 200 OPÇÕES EM IMÓVEIS PARA VOCÊ!
Maiores informações:
MOACYR PIMENTA – C12455
(62)8468-4269 OI
(62)8184-1198 TIM
Nextel: (62) 7814-4621  Rádio: *55*650*5616
Msn: moacyrpimenta@yahoo.com.br
Twitter: @moratiimoveis
Facebook: Morati Imóveis
Skype: moacyrpimenta
MORATI IMÓVEIS – Tel.: (62)3087-4787

Fale com o Corretor:

________________________________________

Mais imóveis em goiânia:

www.ImoveisAltoPadraoEmGoiania.com.br
// // //
———————————————————————————
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s