Imóveis novos ou Usados? Valor do m²


              Até onde vai o absurdo do m² dos imóveis no Brasil?

Até pouco tempo atras,final de 2011, comprar imóvel na planta ou no lançamento (como preferir), era sinônimo de investimento , alta rentabilidade e gerava uma significativa valorização. O m² era relativamente médio e junto com a facilidade de crédito e do déficit habitacional o mercado viveu um boom imobiliário que todos sabemos.

Tudo mudou de lá pra cá. As construtoras percebendo a oportunidade, começaram a agir no valor do m² .

Um breve exemplo interno das vendas aqui da empresa :

Em 2010/2011, a proporção de vendas era de 80/20 , onde 80 % representava os imóveis vendidos na planta/lançamentos e 20 % revenda.

Em 2012 esse cenário já mudou para 50% lançamentos e 50% imóveis prontos/revenda.

De 2013 pra cá já percebemos o inverso. De cada 10 imóveis vendidos 8 são imóveis prontos e apenas 2 lançamentos.

Essa inversão drástica no cenário se deve ao aumento absurdo do valor do m² praticado pelas construtoras/incorporadoras, onde os imóveis já estão sendo lançados com valores exorbitantes e com pouca expectativa valorização .

Sobre os Lançamentos Imobiliários, hoje, em raríssimas exceções são considerados um bom investimento (para retorno a curto prazo,quando o investidor compra o imóvel na planta com a intenção de vender na entrega).
Se a intenção é comprar um imóvel em lançamento para ter retorno em aluguel, continua sendo mais interessante que a poupança, onde o investidor consegue rentabilidades de 0,6 a 07% para imóveis residenciais e de 0,7 a 1% a.m. para imóveis comerciais.

Entenda a diferença dos imóveis:

Imóveis de Revenda ( usados)

  • Tamanho e plantas maiores
  • Valor do condomínio maior
  • Poucas opções de lazer (se possuírem)
  • Menos elevadores
  • Menos vagas de garagens
  • Valor do imóvel é menor, consequentemente o m² também é bem menor.
  • Geralmente são construções com mais de 7 anos.

Lançamentos ( imóveis na planta/construção)

  • Plantas cada vez mais compactas
  • Valor do condomínio é menor (uso de tecnologia,reaproveitamento de água,etc.)
  • Oferece várias opções de lazer.
  • Mais elevadores, mais aptos por andar e edifícios cada vez mais altos.
  • O valor do m² é consideravelmente maior se comparado ao imóvel usado.

Se a preferência é a convivência social interna no apartamento, sem se preocupar se há lazer ou não, a dica é comprar um imóvel usado. (vários fatores importantes a se observar aqui).

Se a preferência é por um condomínio que ofereça o máximo de lazer, como piscina, academia e um condomínio baixo, a dica é comprar um lançamento “recém entregue”.

A internet está ai para todos facilitando o acesso as informações, quem for comprar imóveis já não tem desculpas para errar.

A boa notícia é que os compradores estão cada vez mais exigentes e informados quando procuram um corretor/imobiliária.
A dica é pesquisar,pesquisar e pesquisar

E não dê importância com as tentativas de venda forçadadescontos surreais ( produto bom não precisa de desconto!), e a famosa técnica muito usada hoje como “essa é a última unidade disponível“.

Comprar um bom imóvel está ligado a percepção, comparação e principalmente ao custo benefício em relação ao valor do m², sem esquecer da Localização que continua sendo o fator mais importante.

Boa sorte,

Moacyr Pimenta
Gestor Imobiliário
Twitter: @moacyrpimenta
E-mail: moacyrpimenta@yahoo.com.br
Creci-12455
www.ImoveisDeAltoPadraoGoiania.com.br

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s